Ultiimas:

GUNS N' ROSES: Entrevista para o SBT [Vídeo em melhor qualidade]

O Guns N' Roses que se apresentou nessa noite de ontem no Ginásio Nilson Nelson lotato em Brasília concedeu uma entrevista para o SBT antes do show. Na entrevista que até mesmo Axl Rose, que quase nunca da entrevistas, estava presente.

Já na hora em que foi ao ar, o que vimos foi uma grande falta de informação pelos que fizeram a matéria. Vários erros foram ditos pelos repórteres, tais como o lançamento de Sweet Child O'mine que segundo eles foi lançada em 1997.

Também foi dito que Welcome to The Jungle foi a música de abertura do show em Brasília que na verdade, como vem acontecendo em todos os últimos shows do GUNS N' ROSES, Chinese Democracy é quem vem abrindo alas para Axl & Cia. Por último mas não menos feio para eles, os mesmo citaram que o GUNS N ROSES ainda fazem 4 shows no Brasil, esquecendo as cidades de Olinda e Fortaleza.

Abaixo você pode conferir um vídeo da entrevista:


Avenged Sevenfold toca "Lepo-Lepo"' em show em São Paulo

O Avenged Sevenfold mostrou que está por dentro do carnaval brasileiro e provou isso fazendo um trecho da música "lepo-lepo" em seu show na cidade de São Paulo no Espaço das Américas nesse ultimo dia 20.

Um fã gravou esse momento que pode ser visto abaixo:



Fonte: Youtube


Rock salva rapaz possuído pelo axé e funk em anúncio da Kiss

Comercial da KISS FM para você morrer de rir com um rapaz "possuído" pelo Axé e pelo Funk. O mesmo é salvo pelo nosso bom e velho Rock N' Roll, assista o vídeo abaixo:


Avenged Sevenfold: "não precisamos provar nada"

Em nova turnê pelo Brasil, o Avenged Sevenfold arrastou seus milhares de fãs ao passar por São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba mostrando as canções de seu sexto álbum, Hail to the King. O último compromisso da banda norte-americana acontece neste sábado (22), no Pepsi on Stage, em Porto Alegre. Por email, o vocalista M. Shadows conversou com o Terra sobre a relação do quinteto com o País e foi direto quando o assunto são as críticas que recebem do metaleiros mais “puristas”: “não precisamos provar nada”.

Confira a entrevista:

Terra – Como é a relação do Avenged Sevenfold com o Brasil?
M. Shadows – Brasil foi o primeiro lugar da América do Sul que tocamos e isso nos abriu todo o continente. Devemos muito principalmente a São Paulo. O Rock in Rio fio uma experiência surpreendente. Temos a esperança de ser headliner no futuro. Isso dá um legado grande para as bandas de rock. Nós nos divertimos demais tocando com o Iron Maiden e isso é uma honra para nós.

Terra – Qual é a diferença desta turnê para a primeira?
M. Shadows – Na primeira vez que viemos nossos olhos foram abertos. Nunca tínhamos visto tamanha dedicação de fãs e ficamos impressionados com a paixão deles.

Terra – Sobre o novo CD, qual é a importância de se chegar no sexto álbum?
M. Shadows – Esse álbum é uma progressão bem lógica de uma banda que está progredindo. Nós não gostamos de nos repetir. Desta vez, tivemos uma abordagem mais próxima do rock clássico e blues. Tem mais espaço e mais groove. Foi divertido experimentar. Queremos fazer discos diferentes uns dos outros. Todo álbum é uma ruptura nas nossas mentes. Fomos a todas as gravações tentando superar o álbum anterior. Conversamos sobre visão e nossos objetivos antes mesmo de começar a compor.

Terra – Quando estão gravando vocês se preocupam como estas músicas sairão ao vivo?
M. Shadows – Todas as músicas de Hail to the King foram feitas em sessões ao vivo. Riffs enormes e muito espaço. Em um disco como City of Evil, não tínhamos a menor pista de como iríamos fazer tudo aquilo ao vivo. Todo álbum é diferente.

Terra - O Avenged Sevenfold recebe algumas críticas de fãs do metal mais “puristas”. É difícil ser da “nova geração”? Vocês sentem que precisam provar que merecem o sucesso?
M. Shadows – Temos muitos fãs, os melhores de todo o mundo para qualquer tipo de música. Não precisamos provar nada. Se você olhar a história do rock, verá que as melhores bandas também ouviam merda da geração de fãs anterior. Havia a controvérsia entre Rolling Stones e Beatles, Aerosmith era considerado cópias do Rolling Stones, etc. Eu assisti ao Pantera abrir para o Black Sabbath e vi uns caras mais velhos no fundo reclamando que o Phil Anselmo gritando não era metal de verdade. Toda geração nova recebe isso. Nós ignoramos isso e continuamos fazendo nosso lance. Tentar impressionar pessoas que te odeiam é simplesmente uma grande perda de tempo.

Retirado de: Terra

Rock in Rio Lisboa muda datas e confirma show de Rolling Stones

Os Rolling Stones se apresentação dia 29 de maio no 10º aniversário do Rock in Rio Lisboa, confirmou nesta segunda-feira a organização do festival.

Para garantir que os Stones subissem ao palco Mundo do Parque de Bela Vista, onde acontece o festival lisboeta, a organização mudou as datas do evento, e em vez de acontecer dia 23 de maio, o Rock in Rio será realizado nos dias 25, 29, 30 e 31 de maio e 1 de junho.

O preço das entradas para o dia 29 será de 69 euros (R$ 220).

Os Rolling Stones começaram em fevereiro a tour "14- ON FIRE", após percorrerem ano passado os Estados Unidos e o Reino Unido.

No parque lisboeta, a banda interpretará clássicos como "Gimme Shelter", "Paint It Black", "Jumping Jack Flash", "Tumbling Diz", "It's Only Rock 'N' Roll", "Start Me Up" e "Satisfaction", entre outros.

O vice-presidente executiva de Rock in Rio, Roberta Medina, contou que esta era "a grande surpresa" que estavam preparando para os fãs do festival e se mostrou convencida que "sem dúvida alguma será um 'show' memorável para a história de Rock in Rio" .

Além do anúncio dos Rolling Stone para o dia 29, já estão confirmados Robbie Willians, Ivete Sangalo, Boss AC e Aurea para o 25 de maio.

Linkin Park, Queens of the Stone Age, DJ Steve Aoki e Capital Inicial se apresentarão dia 30 de maio e Arcade Fire, Lorde, Ed Sheeran no dia 31.

Para dia 1 de junho a organização já anunciou Justin Timberlake, Jessie J e Nile Rodgers

Fonte: Terra

Metallica: fãs da banda são confundidos com Black Blocs em SP

Naquilo que foi mais uma amostra de como a cidade de São Paulo – assim como todas as outras 11 cidades envolvidas diretamente com a Copa do Mundo – não tem maturidade, mérito ou capacidade para organizar qualquer evento de grande porte com competência e lisura, a apresentação do METALLICA na noite de ontem, 22 de Março, acabou sendo ligada a mais um episódio vergonhoso e terceiro-mundista protagonizado não pelo estado, não por uma entidade privada, mas sim pela própria população.


Durante a realização de um constrangedor espalhafato [des]organizado por um séquito de arlequins que visava, dicotomicamente, solicitar a volta do estabelecimento de uma ditadura no Brasil por meio de uma truanice ‘democrática’, jovens trajados de roupas majoritariamente pretas que cruzavam o centro de São Paulo – mais exatamente nas proximidades da Rua Xavier de Toledo – foram confundidos com os igualmente bufônicos ‘Black Blocs’, e então agredidos e ofendidos verbalmente pelos participantes do festival burlesco a caminho da estação Anhangabaú do metrô.

A polícia não interveio e, provavelmente compartilhando da mesma concepção apedeuta, igualmente tomou os fãs da banda estadunidense por massa de manobra – deixando-os entregues à sua própria sorte.

A matéria foi retirada na integra do site: Playa Del Nacho

Kurt Cobain: Novas fotos da cena da morte são divulgadas; caso não será reaberto


A polícia de Seattle revelou novas fotos tiradas da cena de morte de Kurt Cobain há 20 anos. Em uma recente investigação sobre o suicídio do líder do Nirvana, foram encontrados diversos rolos com imagens nunca reveladas. Nas fotos divulgadas pela polícia é possível ver alguns itens pessoais do músico, como cigarros, uma toalha, óculos de sol e o que parece ser um kit para o uso de heroína, com uma colher e seringas.

Um detetive especialista em "cold cases" (casos antigos) resolveu examinar novamente o caso devido ao aparecimento das novas imagens, que teriam melhor resolução do que as apresentadas na época. Mas segundo Mike Ciesynsk, as novas fotos apenas confirmam que de fato Kurt Cobain cometeu suicídio.

Apesar de ter sido anunciado por diversos veículos que o caso da morte do músico seria reaberto, um porta-voz da polícia de Seattle afirmou que mesmo com o surgimento de novas imagens, nenhuma evidência significativa foi encontrada para que justificasse a nova investigação.

A policia determinou que Cobain cometeu suicídio no dia 5 de abril de 1994, três dias antes de ser encontrado por um eletricista que trabalhava no local. Apesar da conclusão do caso, ainda existem diversas teorias sugerindo que na verdade o vocalista do Nirvana teria sido assassinado.

Fonte : Revista Cifras

As 100 Regras dos Roqueiros e Headbangers posers

1. Em primeiro lugar, poser é modista por natureza, então faça tudo o que estiver na moda.

2. Imite os fãs verdadeiros de todas as formas possíveis (quando digo “imite”, significa “imite mal para caralho”).

3. Seja o maior babaca da face da Terra...

4. ... Se não conseguir ser o primeiro, seja o segundo.

5. Chame toda e qualquer banda de vendida, com exceção das que você “gosta” atualmente.

6. Na sua cabeça, Synyster Gates é o Chuck Norris da guitarra. E Jimi Hendrix morreu foi de medo dele. Apenas idolatre-o

7. Chame todo mundo de poser, seus parentes, animais de estimação, ou qualquer outra coisa se que se mova.

8. O gênero mais em alta no mundo poser atual é o Metalcore... Então, fica a dica.

9. Não é necessário conhecer todos os membros das bandas que você gosta”...

10. ... Muito menos saber pronunciar o nome deles.

11. Decore apenas o nome do vocalista, ou do cara mais bonito da banda.

12. - Ei meninos, deixem o nº 11 pras meninas.

13. A internet é a sua melhor amiga.

14. Passe 25 horas por dia na internet.

15. Todas as suas refeições devem ser feitas de frente ao computador, ao mesmo tempo em que procura fotos do Synyster Gates sem camisa.

16. Você tem presença obrigatória no...

17. ... MySpace...

18. ... Orkut...

19. ... Facebook...

20. Esqueça a regra 18, diga que orkut é coisa de funkeiro e pagodeiro.

21. Tenha no mínimo duas contas no twitter...

22. Uma será pessoal, e a outra será fã clube de alguma banda.

23. Tenha um blog sobre Rock.

24. Poste no blog duas vezes por ano, e reclame que ninguém apoia o mesmo.

25. Use gírias idiotas do tipo: “puta revoltz”, “tô de bob”, “from UK” (isso não é gíria, mas fale mesmo assim), e por ai vai.

26. Poser que se preza tem que mostrar a todos o quão é roqueiro, sendo assim, no seu armário só tem espaço pra roupas pretas...

27. ... 99,9% dessas roupas pretas são camisetas de bandas.

28. Tenha pelo menos um alargador ou piercing, ou qualquer coisa que cause sofrimento ao ser colocado.

29. Se não tiver coragem de se furar para colocar um piercing...

30. ... Braceletes, anéis e correntes também podem ser uma boa arma.

31. Seja adolescente...

32. ... Mesmo que tenha 89 anos.

33. Se tiver menos de 13 anos diga que apesar de ser novo, tem a cabeça de um adulto.

34. Critique a MTV por ter deixado o Rock ’n’ Roll de lado.

35. Assista a MTV sem que ninguém saiba.

36. É proibido falar algum idioma estrangeiro, principalmente o inglês.

37. Se por acaso você souber falar inglês, mostre a todos que sabe.

38. Não ouça nada além de singles.

39. Gaste no mínimo, outras 5 horas do seu dia jogando guitar hero.

40. Diga que chorou quando leu a notícia de que a franquia do jogo tinha chegado ao fim.

41. Em um debate sobre rock, você não terá bons argumentos, então cale a boca, e apenas concorde com a opinião de algum cara esperto.

42. Esqueça o nº 41, opine sobre tudo, e certifique-se de não estar falando coisa com coisa...

43. ... E também se certifique de que algum cara vai calar a sua boca com menos de 5 palavras.

44. Tenha um iPod com o máximo de Gigabytes que puder comprar, você vai precisar.

45. Não compre DVDs, CDs, ou qualquer outro produto original.

46. Se comprar um CD não ouça mais do que duas vezes.

47. Baixe centenas de CDs

48. Saiba o nome de apenas 10% das bandas.

49. Ouça apenas 30% dos CDs baixados (apenas os singles).

50. Se enturme com outros posers como você.

51. Diga aos seus amigos que é um headbanger.

52. Se alguém lhe perguntar o que significa “headbanger” diga: “não interessa, pohã”...

53. ... Em seguida procure a tradução no google translate.

54. Se sua banda favorita não comparecer ao show, não vandalize o palco, xingue muito no twitter.

55. Xingamentos estão liberados em qualquer ocasião, xingar é cool.

56. Você pode ser um fã poser de Hard Rock...

57. ... Punk Rock...

58. ... Metalcore...

59. ... Heavy Metal...

60. ... New Metal...

61. ... Death Metal...

62. ... Black Metal...

63. ... E acredite, de Prog Metal. Este é o mais raro e complicado.

64. No Hard Rock, é de praxe ser fã de: Kiss, AC/DC, e sempre, SEMPRE mesmo Guns N’ Roses.

65. Insista que a sigla “AC/DC” significa “Anti-Christ/Dead-Christ”.

66. Insista que Kiss é Heavy Metal.

67. Diga o mesmo em relação ao AC/DC.

68. No Punk Rock ouça: Misfits, Ramones, Sex Pistols e/ou The Clash.

69. No Metalcore é: Bullet For My Valentine e/ou Black Veil Brides.

70. No Heavy Metal é: Metallica ou Iron Maiden.

71. No New Metal é: Slipknot, Korn ou Linkin Park.

72. No Death Metal: as possibilidades são infinitas, basta ser Death, mas priorize as bandas mais podres e desconhecidas.

73. No Black Metal: ouça uma(s) dessa(s): Dimmu Borgir, Dark Funeral, Mayhem, Marduk, Venom, Cradle of Filth...

74. ... Ou qualquer outra que ninguém nunca ouviu falar.

75. Na verdade, você tem medo de ouvir Death e Black Metal quando está sozinho em casa.

76. Já no Prog Metal: nem pense em nada que não seja o Dream Theater, pois foi esta banda quem criou tudo que existe de bom na música, criou o punk, hard, heavy, thrash, o tecno-brega, e todo o resto.

77. Você também pode ouvir (escondido) outros gêneros musicais (ex.: Sertanejo Universitário, Pop Music e afins).

78. Mas é recomendável que você achincalhe tudo que não soe Rock ‘n’ Roll.

79. Xingue os coloridos do Restart e Cine de todas as formas possíveis...

80. ... Mesmo tendo jurado amor eterno quando tinha 13 anos.

81. Diga que chorou ouvindo o primeiro álbum do Korn.

82. Seja fã do Avenged Sevenfold.

83. Jure que Slipknot é Death Metal.

84. Diga que Chester Bennington é filho da cantora Cher.

85. Ame Megadeth, mesmo só conhecendo “Symphony of Destruction”...

86. ... Depois de jogar guitar hero.

87. Se você ama o Megadeth, automaticamente odeia o Metallica.

88. Ame o Metallica.

89. Se você ama o Metallica, automaticamente odeia o Megadeth.

90. Faça coraçãozinho no show do Avenged Sevenfold.

91. Diga: “Joey Jordison é o melhor baterista do mundo”.

92. Depois complete: “Mike Portnoy nem é tão bom assim”.

93. Diga que vai morrer se não casar com o Synyster Gates (só as meninas hein).

94. Mesmo sem nunca ter ouvido nenhum álbum do Guns N’ Roses, diga que Axl não é nem sombra do que era antes.

95. Insista que o Slash é o melhor guitarrista da história...

96. ... Se nasceu depois de 1994 também pode ser o Synyster Gates do Avenged Sevenfold.

97. “Dream Theater” deve ser pronunciado como “Drin Tiater”.

98. Siga todas essas regras.

99. Ceja burro o sufissienti pra não intender ki eh inpoçível segui todas essas regra.

100. Você é um poser, então fique muito puto com o autor desta porra.

Lista por Wellington Monteiro

Exposição reúne retratos de cem americanos cool

O que significa ser 'cool'? Para tentar responder a uma questão tão subjetiva, os curadores Joel Dinerstein e Frank H. Goodyear reuniram 100 retratos de personalidades americanas que receberam esse título ao longo de suas vidas e carreiras.


Em exibição na National Portrait Gallery, em Washington (Estados Unidos), a mostra American Cool traz retratos feitos por fotógrafos renomados, como Annie Leibovitz e Henri Cartier Bresson, de músicos, estrelas de Hollywood, escritores e atletas, entre eles Frank Sinatra, Jimi Hendrix e Madonna.

'Tentar definir o 'cool' é um desafio', diz Goodyear. 'Mas, em alguns casos, você reconhece isso assim que vê a pessoa'. A exposição fica em cartaz até 7 de setembro.

Fonte: G1

Gene Simmons diz que rappers não cabem no Rock and Roll Hall of Fame

O baixista do Kiss, Genne Simmons, criticou a inclusão de rappers e cantores pop no Rock and Roll Hall of Fame, homenagem que sua própria banda irá receber no próximo dia 10 de abril. Para ele, outros gêneros não deveriam ser considerados pelos organizadores, independente da qualidade dos artistas.

“Você tem Grandmaster Flash no Rock and Roll Hall of Fame? Run-DMC no Rock and Roll Hall of Fame? Você está brincando comigo! Isso não significa que eles não sejam bons artistas. Mas eles não tocam guitarra. Eles usam samples e eles falam. Eles nem cantam!”, justificou o músico ao site Radio.com.

Na mesma linha, ele questionou ainda a inclusão de cantores pop como Madonna. “Se você perguntasse a Madonna, ‘que tipo de artista você é?’, você acha que ela responderia, ‘oh, rock’? Então que diabos eles estão fazendo no Hall of Fame? Eles podem administrar a organização deles da forma que quiserem, mas isso não é rock! Simplesmente não é! Se você não toca guitarra e não compõe, seu lugar não é aqui, você não cabe”, acrescentou.

No mês passado, o Kiss anunciou que não irá tocar durante sua inclusão no Rock and Roll Hall of Fame. Os músicos atribuíram a decisão ao fato de que apenas os integrantes da formação original serão homenageados.

“Nossa intenção é honrar a história do Kiss e dar crédito a todos os componentes, incluindo Tommy Thayer e Eric Singer, Bruce Kulick e Eric Carr, que levaram a banda a ser o que é, independentemente do ponto de de vista do Rock and Roll Hall of Fame", escreveu a banda em seu site. "Embora o Kiss tenha notável progresso sem eles, Ace e Peter fazem parte da base do que criamos".

Fonte: G1
Copyright © 2010 - 2014 Falando De Rock